A Liberdade dos Mares

. quinta-feira, 5 de fevereiro de 2009


Documento nº 1

"O debate entre nós e os Espanhóis incide sobre os seguintes pontos: o mar imenso e sem limites poderá ser pertença de um só reino? Uma nação terá o direito de proibir as outras de vender, trocar ou entrar em relação com outros povos? Uma nação poderá dar o que nunca lhe pertenceu ou descobrir o que pertencia já a outrem? Uma injustiça flagrante poderá tomar-se, com o tempo, um direito?"

Hugo Grócio, Mare Liberum, 1609
Documento nº 2
"Para o desenvolvimento da construção naval e encorajamento da navegação deste país é decretado (...) que nenhuns géneros ou mercadorias de qualquer cultura, produção ou manufactura da Ásia, África ou América (...) sejam importados ou trazidos para esta comunidade da Inglaterra (...) em nenhum outro navio ou navios, senão naqueles que verdadeiramente pertençam ao povo desta comunidade (...); nenhuns géneros ou mercadorias da cultura, produção ou manufacturas da Europa (...) sejam importados em nenhum navio (...) senão naqueles que pertencem ao povo daquele país ou lugar de onde tenha origem a cultura, produção ou manufactura dos citados géneros."

Acto de Navegação, 1641 (adaptado)
Agora já sabes responder.
1. Indica como ficou conhecida a Armada representada na figura. (resposta da Ana Rute, 8º D)
A Armada ficou conhecida por Armada Invencivel.
2. Explica no que consistia a política defendida por Hugo Grócio. (resposta do Nichal, 8º C)
A politica defendida por Hugo Grócio consistia em proclamar a liberdade dos mares e era contra a divisão do Mundo entre Portugal e Espanha feita no Tratado de Tordesilhas pois achava que uma nação não teria o direito de proibir as outras nações de vender, trocar ou entrar em negociação com outros povos pois não poderiam dar aos outros uma coisa que nunca lhes pertencera.
3. Refere os objectivos do Acto de Navegação. (resposta do Rodrigo Pereira, 8º D)
Os Actos de Navegação, emitidos pela Inglaterra, diziam que todos os produtos (importados ou exportados) tinham de ser transportados por navios ingleses (c/tripulação inglesa). Os seus objectivos eram atacar a posição da Holanda enquanto prinicipal intermediário do comércio europeu e, por outro lado, permitir à Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.
4. Indica qual foi o país mais afectado pelo Acto de Navegação. (resposta da Evelina, 8º D)
O país mais afectado pelo Acto de Navegação era Holanda, porque foi atacada a sua posição de principal intermediária do comércio europeu.
5. Salienta as consequências do Acto de Navegação para a Inglaterra. (resposta do Duarte Oliveira, 8º D)
As consequências foram o desenvolvimento de uma forte armada, o enriquecimento comercial e três guerras com a Holanda que os ingleses venceram.

36 comentários:

Diogo Nº6 8ºD disse...

pergunta:1
Era a armada invencivel.

Diogo Nº6 8ºD disse...

pergunta:2
A política defendida por Hugo Grócio era que todos os países tinham liberdade para fazer comércio passando por ali.

Diogo Nº6 8ºD disse...

pergunta:3
Os objectivos eram que todos os produtos (importados e exportados) tinham de ser tranportados por navios inglêses.

Diogo Nº6 8ºD disse...

pergunta:4
O país mais afectado pelo acto de navegação foi a Holanda.

Diogo Nº6 8ºD disse...

pergunta:5
As consequências do acto de navegação eram que a Inglaterra desenvolve-se uma forte armada e que entrasse em guerra com a Holanda.

Anónimo disse...

1- A armada representada na figura ficou conhecida como Armada Invencível.

2-A política defendida por Hugo Grócio consistia no mare liberum (mar livre).

3-Os objectivos do acto de navegação era atacar a posição da Holanda enquanto principal intermediária do comércio europeu, outro era permitir a Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

4-O país mais afectado pelo acto de navegação foi a Inglaterra.

5-As consequências do acto de navegação para a Inglaterra eram que os produtos importados pela Inglaterra deveriam ser transportados em barcos do país de origem ou em barcos ingleses.

Joana Santos nº17 8D

Anónimo disse...

1-
A chamada Armada Invencível foi uma tentativa de Filipe II de invadir Inglaterra por mar. Mas eles estavam mal organizados logo levou á derrota de Filipe II.

2-
“Mar Liberum” era a política defendida por Hugo Grócio que consistia na liberdade para fazer comércio em qualquer lado do mundo.

3-
O Acto de Navegação tinha dois objectivos:´
-Atacar a posição da Holanda;
-Permitir à Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

4-
O país que foi mais afectado mas que no fim de tudo ainda teve um sucesso económico foi a Holanda.

Jéssica Campos Nº15 8ºD

Anónimo disse...

1-)A armada representada na figura ficou conhecida como a "ARMADA INVENCÍVEL".
2-)A politica de Hugo Grócio consisitia na liberdade de fazer o comercio em qualquer parte do mundo e com isso a Holanda saiu beneficiada.
3-)Os objectivos do Acto de Navegação consistia no mandado de que que todos os produtos (importado ou exportados) têm de ser transportados por navios ingleses e, com isso a Inglaterra desdenvolve uma forte armada e por fim entra em conflitos, ou seja em "GUERRA" com a holanda.
4-)O país mais afectado pelo Acto de Navegação foi a Holanda.
5-)Esta medida tinha dois objectivos: por um lado, atacar a posição da Holando enquanto principal intermediária do comercio europeu; por outro, permitir á inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente, com isso travaram-se três guerras entre dois países que foram favoráveis aos ingleses.

Thiago pimenta nº27 8ºD.

Anónimo disse...

1- A Armada Inglesa tornou-se conhecida e temida pela sua reserva de navios e marinheiros e pela sua capacidade de combate.
2- Hugo Grócio defendia um mar livre para todos navegarem, o mar não pertencia somente aos ingleses, espanhois e portugueses. Estes paises dominavam os mares, estando os Holandeses impedidos de o navegar. Ele defendia um Mar Aberto para que houvesse comunicação entre os povos e as nações, em que nenhum país tinha o monópolio dos mares uma vez que não existe limites na sua imensidão.
3- Os ingleses criaram uma lei chamada Acto de Navegação em que pretendiam que todas as mercadorias deveriam ser transportadas para Inglaterra por barcos ingleses e que os barcos estrangeiros apenas podiam transportar para Inglaterra mercadorias produzidas nos respectivos países, num regime de Mare Clausum.
4- O país mais afectado pelo Acto de Navegação foi a Holanda que na actualidade tinham o domínio dos mares tomando as rotas dos portugueses e dos espanhoís, entretanto enfraquecidos,fazendo o comércio entre si, com outros mercadores e era intermediário entre negócios com outros países.
5- Com as leis do Acto de Navegação permite á Inglaterra a expansão da ecónomia do país, que via assim o desenvolvimento comercial de bens de que necessitava, como a madeira para a construção de navios, em troca de bens por eles produzidos e transformados. Saíam de uma crise de subdesenvolvimento para uma expansão de tecnólogias e idiológias a favor de um domínio marítimo eficaz.
Daniela Filipa nº7 8ºC

Anónimo disse...

1- A armada ficou conhecida por armada invencível.

2-O que consistia a política defendida por Hugo Grócio era a liberdade para o comércio, a liberdade para ir buscar os produtos à origem.

3- Os objectivos do acto de navegação era atacar a posição da Holanda enquanto principal intermediária de comércio europeu, e permitir à Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

4- O país mais afectado pelo acto de navegação foi a holanda.

5- As consequências do acto de navegação para Inglaterra foram o desenvolvimento da armada inglesa.

Cássia nº5 Rita nº24 8ºC

Alexandra 8ºc disse...

1) A armada representada na figura ficou conhecida como Armada Invencivel.

2) A política do "Mare LIberum" consistia na liberdade para ir buscar os produtos a origem.

3) O Acto de Navegação tinha como objectivos a proibição de transporte de mercadorias por navios estrangeiros e só navios ingleses podem transportar mercadorias para portos ingleses.

4) O país mais afectado pelo Acto de Navegação foi a Holanda.

5) Cosequências do Acto de Navegação para Inglaterra foram: o desenvolvimento da sua armada e guerra com Holanda.

Anónimo disse...

.1.A Armada representada na figura 2 chamava-se"Armada invencivel".
2.A teoria consistia na existência de um direito cujo conteúdo é estabelecido pela natureza e é válido em qualquer lugar.
3. os actos de navegação fora m criados com o objectivo de estipular que os produtos importados ou exportados pela Inglaterra deveriam ser transportados por barcos ingleses.
4. o país mais afectado pelo acto de navegação foi a Espanha.
.5. A Inglaterra desenvolve uma forte armada.



sabrina silva

Anónimo disse...

1-A Armada ficou conhecida por Armada Invencivel.resposta a numero 1.

2-O que consistia a política de Hugo Grócio era:
. Liberdade para fazer o comércio em qualquer parte do mundo
. Benefício da Holanda.resposta a numero 2.

3-Os objectivos do Acto de Navegação eram:
.Que todos os produtos (importados ou exportados),tinham de ser transportados por navios ingleses
.Atacar Holanda
.Fazer comércio internacional;3 instituições;Banco e Bolsa de Valores.resposta a numero 3.

4-O país que foi mais afectado pelo Acto de Navegação foi Holanda.resposta a numero 4.

TRABALHO REALIZADO POR: Rute Pereira Nº1 Turma: D 8ºANO

Anónimo disse...

1-Armada Invencivel.
2-Era sobre como o mar pertencia a um só reino.
3-Os objectivos era defender a teoria do "mare clausum" eram a Holanda,França e Inglaterra.
4-Holanda.

Hugo 8º nº13

Anónimo disse...

1) Ficou reconhecida como Armada Invencível que tinha como objectivo conquistar Inglaterra.

2) A politica defendida por Hugo Grócio consistia em proclamar a liberdade dos mares e era contra a divisão do Mundo entre Portugal e Espanha feita no Tratado de Tordesilhas pois achava que uma nação não teria o direito de proibir as outras nações de vender, trocar ou entrar em negociação com outros povos pois não poderiam dar aos outros uma coisa que nunca lhes pertencera.

3) Havia dois objectivos do Acto de Navegação:
1º- Atacar a posição da Holanda enquanto principal intermediária do comércio europeu.
2º- Permitir a Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

4) O país mais prejudicado pelo Acto de Navegação foi a Holanda.

5)Enriquecia e ganhava terreno comercialmente em relação aos outros paises, principalmente à Holanda.

Nichal Gentilal Nº19 8ºC

Anónimo disse...

1)A Armada representada na figura ficou conhecida como a ARMADA INVENCÍVEL.


2)A política defendida por Hugo Grócio consistia em que os produtos importados pela Inglaterra deveiam ser transportados em barcos do país de origem ou em barcos ingleses.


3)Havia dois objectivos no Acto de Navegacao que eram:atacar a posição da Holanda enquanto principal itermediária do comércio Europeu mas tambem permitir à Inglaterra intensificar a constroção naval e enriquecer comercialmente.

4)O país mais afectado pelo Acto de Navegacao foi a Holanda.


5)As consequências do Acto de Navegação para a Inglaterra foi que se travaram três guerras entre os dois países e que foram favoráveis para os Ingleses.

Trabalho realizado por:Ricardo Fernandes 8ºc nº21

Anónimo disse...

1-Ficou conhecida a Armada Invencível em 1588 depois de FilipeII ter saido de Espanha a caminho de Inglaterra com uma grande frota de 130 navios e um terço dos quais portugueses.
3-A Inglaterra desenvolve uma forte armada; Guerra com a Holanda.
4-Foi a Holanda.
5-Que todos os produtos tinham que ser transportados por navios ingleses.

Anónimo disse...

1-Ficou cohecida como Armada Invencível.

2-A política defendida por Hugo Grócio consistia na liberdade para o comercio e na liberdade para ir buscar os produtos a origem.

3-O objectivo do Acto de Navegação é desemvolver a armada Inglesa e entrar em guerra com a Holanda.

4-O país mais afectado pelo Acto de Navegação foi Holanda.

5-As consequências do Acto de Navegação para a Inglaterra foram o desemvoolvimento de novas formas de organização comercial e financeira (as companhias de comércio, os bancos e a bolsa) que levou ao capitanismo comercial e financeiro que criou novos impérios coloniais.

Filipa Almeida 8ºC

Anónimo disse...

1- A armada que está representada na figura ficou conhecida pela armada invecivel, que era a armada espanhola que queria conquistar a Inglaterra.
2- A politica defendida por Hugo Grócio, era que o Mar, nao defendia pertencer a um só reino, que todos os paises podiam navegar nele de modo a poderem fazer comercio com outros povos, pois ele defendia que um pais nao podia comerciar materiais de terras que eles nao reinavam, isto é chamado o "Mare Liberum", que significa o contrario de "Mare Clausum", que tinha sido aplicado desde o Tratado de Tordesilhas(Entre Portugal e Espenha)
3. O acto de Navegação, tinha dois objectivos que era: atacar a posiçao da Holanda em termos de comercio pois a Holanda, era o pais que mais comerciava via maritima, e queria ficar ter mais poder no comercio e enriquecer a construçao naval.
4. O pais mais afectado pelo acto de navegaçao foi a Holanda.
5. Poupavam mais dinheiro, pois os produtos vinham directamente dos pais de origem para Inglaterra sem passar por outros paises que aumentam o preço, desenvolver a sua armada, entraram em Guerra com a Holanda.

Francisco Estevam
Nº11 8C

Anónimo disse...

1)A Armada representada na figura ficou conhecia como Armada Invencível.

2)A política de Hugo Grocio consistia na liberdade para o comércio e poder-se ir buscar produtos à origens.

3)Os ojectivos do Acto da Navegação era atacar a oposiçâo da Holanda e enriquecer a Inglaterra.

4)O país mais afectado pelo Acto de Navegaçâo foi a Holanda

5)Intensificar a construção Naval da Inglaterra e enriquece-la comercialmente.

Daniel Leal 8ºC Nº6

Anónimo disse...

1- A armada representada na figura ficou conhecida por Armada Invencível.

2- A política defendida por Hugo Grócio consistia no "mar liberum" (mar livre).

3- Os objectivos do acto de navegação eram: atacar a posição da holanda enquanto principal intermediária do comercio europeu;e outro era permitir á Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

4-O país mais afectado pelo Acto de Navegação foi a Holanda.


5- As consequências do Acto de Navegação para a Inglaterra eram que estipulavam que os produtos importados pela Inglaterra deveriam ser transportados em barcos do país de origem ou em barcos ingleses.

Joana Sousa nº16 8D

Anónimo disse...

1- Foi armada invensivel.
2- É liberdade para o comércio, liberdade para ir buscar os produtos à origem.
3-Os objectivos do Acto de Navegação era Proibição de transporte de mercadorias por navios estrangeiros, e só os navios ingleses podiam transportar mercadorias para portos ingleses.
4- O país mais afectado pelo Acto de Navegação é a Holanda.
5- É armada inglesa mal organizada.

ass:jeniffer silva 8c nª15

Rodrigo Pereira disse...

1) A armada representada na figura ficou conhecida como armada invencível.

2) Hugo Grócio defendia que os mares deviam ser livres portanto, nenhum Reino/Império deveria reclamar unicamente para si o monopólio dos mares. Esta 'doutrina' - "Mare Liberum" - vai contra o "Mare Clausum" que benificiava Portugal e Espanha. O "Mare Liberum" passará a benificiar a Holanda que se queria afirmar a nível mundial, assim, com a instituição desta ideia, a Holanda passou a poder competir, comercialmente, com Portugal/Espanha.

3) Os Actos de Navegação, emitidos pela Inglaterra, diziam que todos os produtos (importados ou exportados) tinham de ser transportados por navios ingleses (c/tripulação inglesa). Os seus objectivos eram atacar a posição da Holanda enquanto prinicipal intermediário do comércio europeu e, por outro lado, permitir à Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

4)O país mais afectado foi a Holanda.

5) Em sequência a estas decisões - Actos de Navegação - a Inglaterra desenvolveu uma forte armada e entrou em Guerra com a Holanda (Ganhando).


Rodrigo Pereira 8ºD

Anónimo disse...

1- Ficou conhecida como a Armada Invencível.

2-sobre esta questão, a um jovem advogado chamado Hugo Grócio, que redigiu um ... Neste é defendida a liberdade de navegação no alto-mar a navios de todas as nações. Grócio contesta a autoridade suprema do Papa, defendendo que o direito ... a conjuntura internacional exigia o fim da política do Mare Clausum.

3- O Acto de Navegação de 1651 foi um factor fundamental para a perda do domínio dos mares pelos ingleses.
O domínio holandês do comércio colonial europeu começou a aumentar com a publicação do Acto de Navegação, pelos ingleses, em 1651.

4- O país mais afectado pelo Acto de Navegação, foi a Holanda devido que esta medida tinha dois objectivos: por um lado,atacar a posicao da Holanda enquanto principal intermediario do comercio europeu;por outro,permitir a Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

5-



ASS: Clauvis Gonçalves nº4 8ºD

Anónimo disse...

1- A armada ficou conhecida como a Armada Invencivel.
2- A politica defendida por Hugo Grócio consistia que todos podiam comercializar e navegar a vontade, apoiando-se na doutrina do mare liberum.
3- Os objectivos do acto de navegação era a proibição de transporte de mercadorias por navios estrangeiros.
4- O pais de navegação mais afectado foi a Holanda.
5- As consequências do acto de navegação para a Inglaterra foram os ataques dos corsários aos navios de outros paises ibéricos.
Zurema nº28 8ºC

Anónimo disse...

1- A armada da figura ficou conhecida como a Armada Invencivel.
Daniela Filipa nº7 8ºC

Anónimo disse...

1-A armada ficou conhecida por invencivel.
2-Os objectivos eram:o mar imenso e sem limites poderá ser pertença de um só reino,uma nação terá o direito de proibir as outras de vender, trocar ou entrar em relação com outros povos,uma nação poderá dar o que nunca lhe pertenceu ou descobrir o que pertencia já a outrem e uma injustiça flagrante poderá tomar-se, com o tempo, um direito.
3-
4-A Inglaterra.
5-Nenhuns géneros ou mercadorias da cultura, produção ou manufacturas da Europa seriam importados em nenhum navio senão naqueles que pertencem ao povo daquele país ou lugar de onde tenha origem a cultura, produção ou manufactura dos citados géneros.

Inês Pires nº14 8ºD

Márcio disse...

1- A armada representada na figura ficou conhecida com “A armada invencível”.

2- A teoria de Hugo Grócio explicava que a batalha entre a Holanda e a Espanha incidia sobre terem um mar tão extenso só para um reino, que uma nação teria o direito de proibir as outras de vender e trocar com outros povos, que uma nação podia dar o que não lhe pertencia e que pertencia a outros, e que uma injustiça se podia tornar um direito com o tempo.

3- Os objectos do acto de navegação estipulam que os produtos importados pela Inglaterra deveriam ser transportados em barco de origem ou em barcos ingleses.

4- A Holanda.

5- Perdeu muita frota.


Trabalho realizado por: Márcio Simões, 8ºD,nº20

Evelina nº9 8ºD disse...

1- A Armada representada na figura ficou conhecida como "Armada Invencível".


2- Os Holandeses ceriam ter liberdade para fazer comércio em todas as paretes do mundo (Mare Liberum) mas, como em 1580 Espanha e Portugal uniram os seus territórios, o comércio marítimo foi "fechado" para todos os países estrangeiros, (Mare Clausum). O que conduziu à guerra com Espanha. Nisto, consistia a política defendida por Hugo Grócio.


3- O Acto de Navegação tinha dois objectivos: por um lado, atacar a posição da Holanda, principal intermediária do comércio europeu´; e por outro permitir à Inglaterra intencificar a construção naval e enriquecer comercialmente.


4- O país mais afectado pelo Acto de Navegação era Holanda, porque foi atacada a sua posição de principal intermediária do comércio europeu.


5- As consequências do Acto de Navegação para a Inglaterra foram as três guerras com Holanda que foram favoráveis aos ingleses.

Ibrahim Salim disse...

1)A armada ficou conhecida pela: Armada Invencível.

2) A política defendida por Hugo Grócio consistia no "mare liberum" ou seja, proclamava a liberdade dos mares e era contrária à divisão do Mundo entre Portugal e Espanha feita no Tratado de Tordesilhas.

3) Os obejectivos do "Acto de
Navegação" que estipulava que os produtos (importados e exportados) têm de ser transportados por navios Ingleses com 2 objectivos:
-->Atacar a posição da Holanda enquanto principal intermediária do comércio europeu;
-->Permitir à Inglaterra fortificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

4) Foi a Holanda.

5) as consequências foram:
--> Desenvolvimento de uma forte armada;
-->Guerra com a Holanda.

Duarte Oliveira disse...

1.A Armada representada na figura ficou conhecida como a “Armada Invencível”.

2.A política defendida por Hugo Grócio consistia na liberdade dos mares; por isso se chamava Mare Liberum. Segundo ele, nenhum estado tinha o direito de proibir os outros de “vender, trocar ou entrar em relação com outros povos”. Por este motivo, esta teoria opunha-se à divisão do mundo efectuada pelo Tratado de Tordesilhas.

3.Os objectivos do Acto de Navegação são:

a)Atacar a posição da Holanda como principal intermediário do comércio europeu;

b)Desenvolver a construção naval e enriquecer comercialmente a Inglaterra.


4.A Holanda.

5.As consequências foram o desenvolvimento de uma forte armada, o enriquecimento comercial e três guerras com a Holanda que os ingleses venceram.

Carla Mascarenhas Nº3 8ºD disse...

1-A armada representada na figura ficou conhecida como Armada Insensível, realizada por Filipe II com o objectivo de invadir Inglaterra por mar, com uma grande frota de 130 navios.
2-A política defendida por Hugo Grócio consistia na doutrina do mar Liberum, que significava a liberdade para fazer o comércio em qualquer parte do Mundo.
3-Os objectivos do Acto de Navegação foram : por um lado, atacar a posição da Holanda enquanto principal intermediária do comércio europeu e por outro lado , permitir à Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente .
4-O pais mais afectado pelo Acto de Navegação foi a Holanda.
5-As consequências do Acto de Navegação para Inglaterra foram:
-Transporte de todos os produtos ( importados ou exportados) por navios ingleses;
-Desenvolvimento de uma forte armada;
-Guerra com a Holanda;

Carla Mascarenhas
nº3 8ºD

Anónimo disse...

1-A Armada resentada na figura ficou conhecida como a armada invencivel.
2-Hugo grocio defendia a liberdade dos mares ou seja ter liberdade para o comercio e liberdade para ir buscar produtos á origem sendo assim contrario á divisao do mundo entre portugal e espanha no tratado de tordesilhas.
3-Os actos de navegaçao tinham dois objectivos por um lado, atacar a posiçao da holanda enquanto principal intermediaria do comercio europeu, por outro, permitir á inglaterra intesificar a construçao naval e enriquecer comercialmente.
4-O país mais afectado pelo acto de navegaçao foi a holanda.
5-Uma das consequencias foi entar em guerra com a Holanda onde ganharam as tres batalhas e outra consequencia foi que o seu enriqueceu comercialmente

Dércio nº8 8ºc

Anónimo disse...

1) A Armada ficou conhecida como Armada Invencível.

2) Hugo Grócio defendia, ao contrário dos portugueses e espanhóis, que o mar não pertencia a estes dois países. Hugo Grócio, criou a teoria do mare liberum.

3) O acto de Navegação dizia que os produtos importados pela Inglaterra deviam ser transportados em barcos do país de origem ou em barcos ingleses. Eram dois os objectivos: atacar a posição da Holanda e permitir à Inglaterra intensificar a construção naval e enriquecer comercialmente.

4) O país mais afectado pelo Acto de Navegação foi a Holanda.

5) A Inglaterra desernvolve uma forte armada e entra em guierra com a Holanda.


Daniela Ribeiro Rodrigues, 8ºD, nº5

João Ramos, 8ºC, nº17 disse...

1- A Armada representada na figura ficou conhecida como "A Armada Invenciavel".

2-Hugo Grócio defendia, ao contrário dos portugueses e espanhóis, que o mar não pertencia a estes dois países. Hugo Grócio, criou a teoria do mare liberum

3- Os objectivos do Acto de Navegacao eram atacar a posição da Holanda enquanto principal itermediária do comércio na Europa e permitir a Inglaterra intensificar a constroção naval e enriquecer no comercio

4- O país mais afectado pelo Acto de Navegação foi Holanda

5- As consequências do acto de navegação para Inglaterra foram o desenvolvimento da armada inglesa.

Nuno Rodrigues, 8º D, nº21 disse...

1-Ficou conhecida a Armada Invencível em 1588 depois de FilipeII ter saido de Espanha a caminho de Inglaterra com uma grande frota de 130 navios e um terço dos quais portugueses.

3-A Inglaterra desenvolve uma forte armada; Guerra com a Holanda.

4-Foi a Holanda.

5-Que todos os produtos tinham que ser transportados por navios ingleses.
Publicar Recusar

On line



Projecto da responsabilidade de Carlos Jorge Canto Vieira


Seguidores

Hoje na História

Pesquisar neste blogue